Crenças Limitantes

Crenças Limitantes – Ultrapasse suas Próprias Barreiras

Você já percebeu que há momentos que você se trava para determinadas atitudes ou ações que julga importantes ou que são até decisivas para sua vida?

Índice de Conteúdo

Imagine o seu interior todo cheio de frases escritas com determinações que você mesmo cria, mas que lhe limitam e lhe prendem, fazendo até com que você literalmente “não saia do lugar”.

Essas são as denominadas crenças limitantes, o que o próprio nome já diz: você acredita e você se limita por essa crença.

E isso, com certeza, afeta o desenvolvimento de toda e qualquer empresa.

O nosso maior desafio é vencermos o nosso inimigo interno, que nos sabota, nos vitimiza, nos coloca para baixo e que, principalmente, nos contamina.

Esse inimigo costuma ouvir muito as outras pessoas dizendo que não vai dar, que isso ou aquilo não é para você e esses comentários vão lhe enfraquecendo.

Blindar e vigiar a mente é fundamental.

Mas a crença, normalmente, não está em seu nível racional e o problema é quando está em seu inconsciente.

Consequentemente, as pessoas não se dão conta disso, o que acaba sendo uma cilada.

É difícil, é impossível, não dá tempo, não vai dar, não vou conseguir, são expressões que criam um sentimento negativo.

Existe uma tríade que é importante todos saberem: o pensamento gera uma sensação e essa sensação gera um comportamento.

Esses três elementos, quando estão interligados, podem gerar um obstáculo ou uma alavanca.

Um exemplo:

Se eu tenho um pensamento negativo, dizendo que eu não vou conseguir ou que há gente mais inteligente que eu, que isso pode ser feito depois, isso vai criar uma impotência, uma sensação de fraqueza, postergando, assim, o que seria feito, gerando desconforto.

Agora…

Se eu tenho um outro pensamento, uma crença que me alavanque, dizendo que seu eu não fizer outro vai fazer, se eu não ganhar, outro vai ganhar, se eu não for a pessoa que vai fazer isso ou aquilo, outro vai levar.

O importante é pensar que vai fazer, que vai tratorar, pensando em ações fortes, de impacto, e isso cria uma energia, uma sensação que vai lhe dar um empoderamento.

Essa sensação é precursora da ação.

Então, que plano adotar para se chegar a uma situação satisfatória?

Isso faz pensar e é necessário.

A crença é um fator que vai aumentando cada vez mais.

Você é o que você pensa.

Tenho um mantra que carrego comigo desde os meus 14 anos:

“Todos os dias, sob todos os pontos de vista, vou cada vez melhor.”

É uma frase que ficou dentro de mim e todos os dias a sensação que tenho é que vou prosperando mais, e a minha história de vida me mostra isso, me comprovando os efeitos das minhas crenças, que não me limitaram.

Emagreci 60 quilos em quatro anos, fui casada 19 anos e reconstruí toda a minha vida pessoal, mudei de profissão entrando em outra faculdade aos 26 anos.

Então, todos os dias eu obtive realmente uma melhora tendo em vista essas conquistas, tanto na parte pessoal e da saúde, como na profissional.

Criar uma crença alavancante não é só criar uma frase e esperar acontecer.

É preciso ter uma energia e criar um plano de ação, uma estratégia para isso.

Vale frisar que as crenças não nascem conosco.

Elas começam na infância, nosso ”HD” é virgem ainda, não tem nada, e vai sendo instalado.

Não necessariamente elas vêm por conta de um trauma ou um abuso.

Às vezes é algo bem sutil, mas que em determinado momento, foi retido.

Então, nós somos a soma de nossos cinco sentidos: o que vemos, escutamos, cheiramos, experimentamos e pegamos.

Esses sentidos é que formam a nossa representação interna e, na criança, isso é formado até os 5 ou 6 anos, sob hierarquia de pais, mães, familiares em geral e professores.

O que se ouve ou o que se faz nesse período pode ser levado para o resto da vida.

Você que possui uma empresa ou é colaborador, e passa por um conflito interno, já parou para pensar em qual é verdadeiramente o seu propósito?

Quando há um alinhamento com ele, a confiança se instala.

E quem colhe frutos com isso tudo?

Você, como empresário, sua empresa, que passa a ter resultados mais satisfatórios ou você, colaborador, com suas ações no cargo em que ocupa, contribuindo para um melhor desempenho da equipe ou departamento no qual está inserido.

O que você quer realmente?

Quem mais está inserido e poderá colher os benefícios das suas ações?

Aonde você quer chegar?

E o que quer ganhar com isso?

Quando você reflete sobre aquilo que está buscando, isso traz reforço e responsabilidade para você mesmo.

Aí, você entra como jogador titular, e não como reserva.

Com isso você vence suas crenças limitantes e passa a olhar o mundo de forma diferenciada, seja para a sua vida profissional, pessoal, ou para vida da sua empresa.

Vamos embarcar nessa onda positiva e vencer nossos obstáculos?

Sim, você é capaz!

Você é batalhador e tem uma grande força interior!

Planeje suas estratégias e siga, juntamente com sua empresa rumo à vitória!

Sim, é possível!

Este conteúdo foi útil?

QUER TURBINAR SEU NEGÓCIO?

Receba conteúdo sobre Negócio.

   

Cadastrado com Sucesso!

Rolar para cima