Dicas de RH para as Eleições

Dicas de RH para a Escolha dos Candidatos nas Próximas Eleições

5.0
03

Você sabe como escolher os candidatos nas próximas eleições?

Índice de Conteúdo

O chefe é você!

Veja algumas dicas de RH, que vão te ajudar a selecionar o candidato certo nas próximas eleições.

Estamos próximos a mais uma eleição em nosso país, e escolher o candidato ideal para os cargos mais importantes para a gestão pública não é tarefa fácil.

Mas, e se o processo eleitoral fosse realizado como um processo seletivo?

Tipo aquele que você já participou para conquistar uma vaga de estágio ou emprego, com provas, entrevistas e um monte de etapas?

Infelizmente, não conseguimos aplicar isso tudo aos candidatos que estamos conhecendo para votar em outubro.

Porém, já tendo liderado a seleção de milhares de vagas Brasil afora, reuni 5 dicas que podem te ajudar a avaliar e escolher o seu candidato ideal.

Vamos lá?

Dica 1: Qual o perfil para a vaga?

Quando selecionamos os candidatos para uma determinada vaga, estudamos o perfil ideal para as atividades que serão realizadas e para a cultura daquela empresa.

Não só avaliamos o conhecimento técnico, formação e cursos, mas também postura, disposição, como reage sob pressão, trabalha em equipe e se porta como líder e liderado.

Então, para a vaga pública que você está selecionando, seja ela Presidente, Governador, Deputado, quais atributos você acredita serem de suma importância para que a pessoa escolhida desenvolva com sucesso suas tarefas?

Liste as formações também como os valores necessários.

Por exemplo, para o cargo de Presidente da República, você acha importante que ele tenha inglês avançado para poder lidar com pessoas de outros países sem necessitar de tradutores ou intermediários?

Experiência anterior em algum cargo de gestão, seja pública e privada, é fundamental?

E na questão comportamental, uma pessoa ética, comprometida e com o olhar atento às demandas do povo fazem parte do seu desejo para essa função?

Desenhe o perfil ideal e comece a avaliar os candidatos disponíveis dentro desse modelo, verificando quais estão mais próximos deste perfil que você acredita ser o mais coerente para o cargo.

Dica 2: Imagem é tudo

Em qualquer entrevista de emprego você estará sendo avaliado, também, por sua postura e apresentação pessoal.

Para uma vaga pública isso não deveria ser diferente.

Seu candidato te representa?

Representará, com orgulho, seu país ou estado?

A forma como ele se expressa, seu tom de voz e palavreado e até como se veste condizem com o cargo que irá assumir?

Dica 3: Já leu o currículo dele?

Não tem candidato a emprego sem currículo, concorda?

Você já pesquisou o currículo dos candidatos dessas eleições?

O que já fizeram em seu passado profissional, quais realizações alcançaram, que desafios enfrentaram?

Com a internet como aliada, pesquise nos sites confiáveis informações sobre eles e se afaste das “Fake News”.

Busque conferir se os dados que você tem sobre ele são realmente verídicos para que possam ser assertivos na sua decisão.

Assim como avaliar candidatos para uma oportunidade profissional dá trabalho e demora um tempinho, você também precisará dedicar algumas horas para fazer essa avaliação mais detalhada.

Mas vai valer a pena: afinal, é o futuro do país, da sua comunidade e da sua vida que podem ser afetados, tanto para o bem quanto para o mal, em uma escolha como essas, não é mesmo?

Dica 4: Hora da Entrevista!

A entrevista presencial é uma fase muito importante em qualquer processo seletivo.

Sabemos que é muito difícil conseguirmos conversar pessoalmente com todos os candidatos envolvidos no processo eleitoral, mas os meios de comunicação nos ajudam nessa parte.

Assista aos diversos debates e reportagens realizados até a eleição, para que possa conhecer mais a fundo cada um deles e esteja atento para observar:

  • seu tom de voz (se demonstra segurança no que diz, se é tranquilo e claro, se aparenta nervosismo, etc);
  • se o conteúdo de sua fala corresponde, com clareza, ao que foi questionado e se o encadeamento de suas ideias é coerente;
  • se sua postura diante dos concorrentes é agressiva, debochada ou desrespeitosa e se suas propostas estão de acordo com aquilo que falei lá na dica 1: possuem o perfil que você identificou como adequado ao cargo que ele está concorrendo.

Dica 5: Peça referências

É muito comum entrarmos em contato com ex-chefes ou colegas de trabalho dos candidatos que estamos avaliando para buscar um outro olhar ou opinião sobre aquele profissional.

Faça o mesmo!

Converse com outros eleitores que apoiam ou rejeitam esse ou aquele candidato para ouvir a opinião de ambos os lados.

Se o candidato já tiver ocupado outro cargo público, em outra cidade ou estado especialmente, busque informações de como foi sua gestão e se ele tem o apoio da população local.

Saber ouvir os outros vai ser muito relevante para que sua tomada de decisão seja completa e te deixe seguro na sua escolha.

Lembre-se: os candidatos escolhidos terão grandes responsabilidades e o poder em suas mãos, mas o chefe é você!

Então, monte a “equipe” dos seus sonhos para que o trabalho realizado por ela seja de muito sucesso e grandes e boas realizações.

A “empresa” Brasil agradece!

Este conteúdo foi útil?