Diferencial da Empresa são as Pessoas

O Diferencial da Empresa está nas Pessoas

O diferencial competitivo das empresas, está no fato de terem pessoas preparadas.

Índice de Conteúdo

Não importa ter a melhor estratégia, seja prática e tecnológica, se operada por pessoas despreparadas técnica e operacionalmente.

Exemplo prático:

Uma telefonista que atende ligações e está despreparada, pode encorajar um cliente a desistir de sua empresa ou até mesmo dificultar a solução de um problema, simplesmente por não saber para onde direcionar uma ligação.

Prepare bem seus colaboradores.

Quando se fala em colaboradores bem preparados, devemos pensar em desenvolver competências antenadas com as necessidades dos clientes e que todos, de todos os setores, sejam alcançados nas ações de desenvolvimento.

Percebo que um dos maiores problemas das empresas é a “Torre de Babel” que se instaurou.

Infelizmente é muito comum, nos dias de hoje, processos sendo executados de forma totalmente diferente por colaboradores do mesmo setor.

Processos são dificultados pela falta de conhecimento das áreas envolvidas, uma área fala “a” e a outra fala ”j”.

Os processos não estão alinhados.

Os gestores estão cada dia mais distantes de suas equipes, cada dia mais com perfil de “chefe” do que “líder”.

O conhecimento é a chave!

Quando conhecemos os processos erramos menos, e quando eles ocorrem, identificamos os erros com maior facilidade. Sabemos rapidamente como corrigi-los.

Precisamos entender que os processos são peças de uma engrenagem, e que quando uma dessas peças não se encaixa de forma correta a engrenagem para ou até mesmo se torna inútil.

Mas esta busca pelo conhecimento não é uma via de mão única, depende do comprometimento do colaborador e da empresa.

Percebo que muitos problemas que acontecem na execução das tarefas, se dá por conta do famoso “tirando da reta”:

  • Não fui eu;
  • Não tenho responsabilidade sobre isso;
  • Ninguém me disse que era assim;
  • Fui orientada a fazer dessa forma;

Enfim, o cliente, que é realmente quem importa, fica igual a uma peteca sendo jogado de um lado pro outro.

O cliente em primeiro lugar.

Diversas empresas têm um discurso, de que o cliente é seu foco e maior valor, em suas paredes.

Mas, será que praticam isto verdadeiramente?

Seu Cliente é Deus?

A resposta é: NÃO!!!

Deus perdoa, seu Cliente não!

Eles são mais que clientes: são pessoas!

Nem sempre estamos bem, embora tenhamos que nos desenvolver para não demonstrar e, mais ainda, para encontrar nesses dias um motivo para mudar nosso humor através de nossas atividades.

Isto é ser profissional!

Mesmo que você não saiba resolver o problema do seu cliente, escute o que ele tem para te dizer.

Se você ouvir e entender o que o cliente precisa, já resolveu 50% do problema.

Use uma técnica chamada Paráfrase.

Devolva a dúvida do seu cliente em forma de pergunta. Assim você terá certeza que entendeu o que ele realmente precisa.

Não seja apenas eficiente, seja eficaz.

Busque resolver o problema e não só arrume um paliativo.

Muitas vezes o cliente espera apenas por um “não”, ele espera ser ouvido.

Se der a ele a condição de um retorno, faça, pois a falta dele pode causar um grande problema.

Cumpra os prazos.

Caso não consiga uma solução em tempo hábil, faça o contato informando que precisa prorrogar o prazo, não deixe passar em branco.

Então:

  • Trate o cliente como patrimônio principal;
  • Não deixe o cliente esperando;
  • Sorria e faça sorrir mesmo em situações desagradáveis, seja profissional;
  • Estabeleça uma parceria com o seu cliente;
  • Pratique a empatia.

Este conteúdo foi útil?

QUER TURBINAR SUA CARREIRA?

Receba conteúdo sobre Carreira.

   

Cadastrado com Sucesso!

Rolar para cima