Liderança Criativa Presidência Brasil

Liderança Criativa na Nova Presidência do Brasil

A Liderança Criativa na nova Presidência do Brasil.

Índice de Conteúdo

Polarizada, acalorada e acirrada: assim foi a última disputa pelo cargo de Presidente do Brasil. Após meses de debates entre candidatos e atrito entre eleitores, temos um vencedor!

O nome dele? Mero detalhe.

O que importa é o desafio que ele tem pela frente nos próximos quatro anos.

Saúde, educação, segurança e assistência social de qualidade para todos não são os problemas. São os objetivos.

O desafio é fazer com que um país de dimensões continentais e uma diversidade de recursos naturais inigualável seja capaz de transformar todo esse potencial em potência, e elevar de vez o Brasil a status de primeiro mundo.

Para que isso se torne realidade, é preciso que o novo Presidente tenha consciência que não são as ações que nos trouxeram até o fundo do poço que nos farão sair dele.

É preciso olhar para a atual realidade e dar um passo além do esperado. É preciso, como diz a nova geração, pensar “fora da caixa”.

Se por um lado temos um discurso presidencial extremamente conservador e religioso, do outro temos um candidato que ignorou o que todos os outros fazem há anos (usar o fundo partidário político para financiar campanhas e alianças para ganhar mais tempo no horário eleitoral).

Com uma ação semelhante ao do ex-presidente americano Barack Obama, utilizou o poder das redes sociais – instrumentos digitais disponíveis a qualquer um que tenha acesso a um celular com internet – para se posicionar como o candidato que entregará aquilo que o povo espera.

Isso se chama Liderança Criativa.

A diferença entre ele e os outros? Ele foi lá e fez!

Liderança Criativa consiste no processo de conduzir a criação de valor a partir da combinação de ferramentas que já existem, tornando possível alcançar objetivos de forma mais rápida, eficaz e eficiente.

Em outras palavras, é enxergar o que os outros apenas veem, perceber a oportunidade e colocar o plano em prática.

E assim aconteceu.

Final da história: primeira candidatura em um partido considerado até então nanico, conduzida com criatividade, resultou na vitória pela corrida presidencial.

Quatro anos no mais alto cargo do Poder Executivo brasileiro por perceber que, para alcançar o objetivo (ser eleito), precisou entender o problema (adversários com mais dinheiro e tempo de exposição) e visualizar a oportunidade (eles não tinham domínio das redes sociais).

Simples assim.

A dúvida passa a ser a seguinte: será que o novo Presidente terá a mesma capacidade de buscar e utilizar novas tecnologias para levar ao Brasil o mesmo sucesso que ele teve nas eleições, e finalmente alçar o nosso país ao status de país do primeiro mundo?

Para alcançar este objetivo, o primeiro passo é estancar a sangria da verba governamental oriunda dos impostos.

Isso pode ser feito com a implementação de tecnologias conhecidas como blockchains, capazes de criar protocolos de confiança que permitirão rastrear todo o caminho percorrido pelos impostos desde o momento que sai do bolso do cidadão, trazendo transparência ao processo.

Complementando, as informações devem ser disponibilizadas de forma clara e, preferencialmente, em tempo real. Isso aumentará a percepção de honestidade e confiança da população.

O próximo passo é implementar sistemas que permitam distribuir de forma inteligente e justa o arrecadado. Isso pode ser feito através do estímulo a competições de empreendedorismo conhecidas como hackatons.

É fundamental aprender a liderar esta força criativa e direcionar esforços para o bem da nação.

Por fim, manter a fala direta e franca com a população, que foi justamente o que fez com que ele ganhasse fama e reconhecimento.

É com o diálogo que o tripé “comando-controle-comunicação” se fecha, e sem ele teremos apenas mais do mesmo.

Fazer com que esses quatro pilares sejam erguidos em harmonia é um desafio, mas não é impossível.

Basta seguir sendo um Líder Criativo.

Ao novo Presidente, uma mensagem: sabedoria, sinceridade, humanismo, coragem e disciplina são os valores que farão nos tornar uma nação de primeiro mundo, e mostraremos a todos o quão gigante pela própria natureza é o povo do Brasil

Este conteúdo foi útil?

Rolar para cima