Mentoring - Coaching

Mentoring – Como funciona a Metodologia?

Utilizando a metodologia de Mentoring (Mentoria), é possível desenvolver pessoas e se tornar um profissional de referência e pessoalmente mais realizado.

Índice de Conteúdo

Entretanto, constantemente nos deparamos com uma confusão conceitual entre Coaching e Mentoring.

Para que possamos esclarecer essa dúvida, e conhecermos mais sobre esta metodologia, conversamos com Paulo Erlich, formador de mentores e coach pessoal e executivo.

O especialista atua também como consultor, facilitador e palestrante em Mentoring Organizacional e em Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho.

RedeGPN – Você pode nos explicar qual a diferença entre mentoring e coaching?

Paulo Erlich

Há semelhanças, que causam uma confusão conceitual, e também há muitos aspectos distintos.

São tantos, que fica difícil enumerar no espaço de uma entrevista, sob o risco de ocupá-la só com esta resposta. Mas vou destacar o que considero básico.

No mentoring ocorre necessariamente uma transferência, do mentor para o mentorado.

Do  conhecimento que o mentor possui em uma área específica e do qual o mentorado precisa.

Enquanto isso, o processo de coaching geralmente se vale da aplicação de ferramentas pelo coach, de acordo com a demanda do cliente.

Além disso, no mentoring são fundamentais algumas funções não estimuladas no coaching, como o aconselhamento e a modelagem de papel (o mentor servir de exemplo ao mentorado).

Outro aspecto interessante é que no mentoring é estimulado o desenvolvimento da relação interpessoal.

Não se pode dizer generalizadamente que uma metodologia é melhor que a outra. Tudo depende de cada caso.

RedeGPN – Pode nos falar mais sobre o que é mentoring?

Paulo Erlich

Mentoring é um processo que ocorre em um relacionamento.

Nele, uma pessoa, o mentor, com base em seu saber e experiência, estimula e influencia outra pessoa, o mentorado.

Essa influência se dá principalmente no sentido de o mentorado ganhar conhecimento em um campo específico.

Mas também pode proporcionar ao mentorado a segurança emocional para realizar o que necessita ou a adaptação do mentorado ao ambiente social em que precisa atuar.

RedeGPN – O que faz um mentor?

Paulo Erlich

Essencialmente, um mentor orienta, escuta e aconselha e constitui um modelo para o mentorado, sempre em clima de aceitação, acolhimento pelo outro.

Além disso, a depender da qualidade da relação que desenvolvem, o mentor pode proteger o mentorado alertando-o contra eventuais riscos.

Pode dar exposição e visibilidade ao mentorado para que ele demonstre as competências adquiridas.

Quando possível, pode patrocinar oportunidades de crescimento no trabalho e na carreira.

RedeGPN – Qual a importância do mentoring para a carreira profissional?

Paulo Erlich

A sabedoria e a experiência do mentor ajudam o mentorado a progredir na carreira com mais qualidade e velocidade.

Além disso, mentores que possuem algum prestígio e poder, oferece o patrocínio de que falei há pouco, para os mentorados que realmente o merecem.

As evidências mostram que pessoas que têm bons mentores e se dedicam ao processo de mentoring conseguem aumentar o seu potencial profissional e acelerar suas carreiras.

RedeGPN – Qualquer profissional pode ser um mentor?

Paulo Erlich

Em termos gerais, para ser um bom mentor é preciso atender às seguintes condições básicas:

  • Possuir conhecimento e experiência compatíveis com a necessidade do mentorado;
  • Estar disposto a compartilhar essa bagagem;
  • Gostar de ajudar pessoas a se desenvolverem;
  • Ter boa reputação;
  • Ter disponibilidade de tempo para se dedicar ao mentorado.

Portanto, não é para qualquer pessoa, mas com certeza – e felizmente − é um papel que pode ser desempenhado por um número enorme de pessoas.

Algumas já fazem isso espontaneamente; outras precisam ser estimuladas.

RedeGPN – Quais as vantagens de se capacitar como mentor?

Paulo Erlich

Ser um mentor, com objetivos profissionais ou não, traz diversas vantagens, como:

  • Satisfação pessoal por ajudar uma pessoa a progredir;
  • Reconhecimento e apoio dos mentorados;
  • Visibilidade e valorização.

Embora o foco do processo seja o crescimento do mentorado, o mentor também aprende muito.

E pode até mesmo, atualizar-se em vários temas que são trazidos pelo mentorado.

Diversos mentores também declaram que o processo de mentoring ressignifica e reenergiza suas próprias carreiras.

Existem ainda aqueles que se tornam mentores profissionais.

Exemplo disso são alguns RHs experientes que foram alunos da nossa Formação.

Ao concluí-la, começaram a atuar como mentores profissionais de RHs iniciantes ou com dificuldades na carreira.

E isso pode ocorrer com qualquer atividade profissional.

Outro aspecto interessante se relaciona com os coaches.

Aprender como atuar como mentor pode abrir uma nova perspectiva para o trabalho deles, fazendo-os atuar de uma forma menos rígida que aquela geralmente exigida no coaching.

Sem falar do caso dos líderes, pois os líderes que incorporam o papel de mentor obtêm de suas equipes muito melhores resultados relacionais e operacionais.

RedeGPN – Paulo, sabemos que você é um formador de mentores. Fale-nos sobre a Formação em Mentoring e o que ela oferece.

Paulo Erlich

Na Formação em Mentoring, oferecermos uma metodologia simples, prática e eficaz para o aluno tornar-se um mentor, utilizando a bagagem de saber e experiência que já possui.

Apresentamos as bases teóricas desse tema que imediatamente transferimos para a prática em nosso dia-a-dia.

As aulas são um espaço livre para a discussão saudável sobre relacionamento humano.

Um dos pontos altos é a grande oportunidade de troca entre mim e os alunos e entre eles próprios.

Trabalhamos em um clima de abertura, franqueza e compartilhamento, em que cada um oferece ao outro o melhor de si.

Afinal de contas esse deve ser o contexto do verdadeiro mentoring, não é?

Pelo que pudemos perceber, ser um mentor é contribuir para o crescimento do outro é simplesmente fazer a diferença!

Esta formação vai além de sua atuação profissional!

Paulo Erlich estará, pela primeira vez, no Rio de Janeiro com a Formação em Mentoring.

Formação em Mentoring

Coordenação Geral: Sirley Carvalho (51-8622.4940 / [email protected]).

Coordenacão local: Denise Garcia (21-98853.1300 / [email protected]).

Local: da ABRH-RJ, localizada na Av. Presidente Vargas, 463, sala 101 -Centro – Rio de Janeiro

Data: 01 a 03 de dezembro de 2016

Inscrição: www.erlich.com.br/formacao-em-mentoring-rio-de-janeiro

Descontos para associados da ABRH.

Os leitores do Portal RedeGPN também terão condições especiais, para saber mais, entre em contato com [email protected]

Este conteúdo foi útil?

Rolar para cima